Bloqueio do saque extraordinário do FGTS – entenda a quem se aplica e como desbloquear

Bloqueio do saque extraordinário do FGTS – entenda a quem se aplica e como desbloquear

Algumas pessoas estão com o FGTS extraordinário de 2022 bloqueado. Entenda por que isso acontece e como fazer o desbloqueio.
9.6.2022
8 minutos
Bloqueio do saque extraordinário do FGTS – entenda a quem se aplica e como desbloquear

Neste ano, de 2022, o governo federal liberou um saque extraordinário das contas do FGTS. Com ele, os trabalhadores com contas ativas e inativas no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço terão até R$ 1.000,00 disponíveis para saque, de acordo com um calendário específico.

Essa medida faz parte do Programa Renda e OportunidadeP, criado para alavancar o emprego e a economia no país, e já beneficiou mais de 30 milhões de brasileiros até o meio do ano.

Nós já fizemos um artigo explicando todas as informações sobre o saque extraordinário, quem tem direito, qual o calendário oficial e como fazer o saque. Se quiser entender melhor, o link é este aqui.

No entanto, algumas pessoas que se enquadram para fazer esse saque têm relatado que não estão conseguindo, mesmo estando dentro do calendário. Isso pode acontecer devido a alguns fatores que levam o saldo do FGTS a ser bloqueado.

Quer descobrir o que pode causar esse bloqueio e como é possível desbloquear o saque? Então fique conosco e acompanhe este artigo.

Casos em que o saldo do FGTS fica bloqueado

As situações que podem gerar o bloqueio do saldo do seu FGTS e indisponibilizar o saque extraordinário são:

  • bloqueio por determinação judicial;
  • empregador pediu devolução de valor recolhido;
  • não ter feito o saque emergencial em 2020;
  • cadastro com dados inconsistentes;
  • erros nos sistemas da Caixa;
  • valores bloqueados para operações de crédito.

Os dois primeiros casos, bloqueio judicial e pedido de devolução pelo empregador, dizem respeito a processos específicos que levaram a esse quadro. Portanto, cada trabalhador precisa analisar individualmente o caso, a fim de regularizar a situação.

Já os demais casos são mais abrangentes, podem acontecer com qualquer pessoa que se enquadre em cada uma das situações que causam o bloqueio. A seguir, vamos identificar e explicar cada uma delas.

Não ter feito o saque emergencial em 2020

O saque emergencial em 2020 foi liberado em decorrência das dificuldades socioeconômicas geradas pela crise da covid-19. Para recebê-lo, as pessoas precisaram se cadastrar e autorizar o depósito em uma conta Caixa Tem, criada automaticamente pela Caixa.

Assim, quem não fez essa autorização e não recebeu o saque emergencial em 2020 não terá a conta aberta e, consequentemente, não terá onde receber o saque extraordinário de 2022.

Felizmente, a solução para esse problema é simples: basta entrar no aplicativo FGTS e fazer a solicitação. Para isso, acesse o menu “Saque Extraordinário”, confirme e complemente seus dados, se necessário, e clique em “Solicitar Saque” para que seu valor seja liberado.

Após fazer esse processo, o crédito será realizado na próxima data de pagamento, ficando disponível diretamente na conta Caixa Tem, que pode ser movimentada diretamente em seu aplicativo próprio.

Cadastro com dados inconsistentes

Para as pessoas que já tenham recebido o saque emergencial em 2020 sem problemas, mas não conseguiram receber o saque extraordinário de 2022, pode ser que haja algum problema com os dados de seu cadastro.

Nesse caso, é possível revisar e ajustar quaisquer inconsistências existentes em seus dados no aplicativo FGTS, acessando, como mostramos no tópico anterior, o menu “Saque Extraordinário”. Uma vez sanadas as inconsistências, o pagamento será feito também conforme explicado acima.

Erros nos sistemas da Caixa

Embora sejam extremamente inteligentes e seguros, sistemas digitais podem falhar e, como os sistemas da Caixa tratam um imenso volume de dados do Brasil inteiro, é possível que em alguns casos eles apresentem erros que impeçam a liberação automática do saque extraordinário.

E se você intuiu que nesse caso a solução para o problema é o mesmo dos casos acima, você está certo. Mais uma vez, é só baixar o aplicativo FGTS e seguir o processo para “Solicitar Saque” no menu “Saque Extraordinário”.

Seus dados serão revistos e, estando corretos, o pagamento será feito como mencionado anteriormente, sem qualquer burocracia a mais.

Valores bloqueados para operações de crédito

Você deve saber que o FGTS pode ser utilizado antecipadamente em algumas situações. Algumas delas estão relacionadas diretamente a operações de crédito. São elas:

Quem opta pelo saque-aniversário do FGTS passa a receber anualmente uma parcela do valor depositado em sua conta do fundo de garantia. Dessa maneira, parte do valor do fundo fica bloqueada.

Nesse caso, você só receberá algum valor do saque extraordinário se houver valores desbloqueados além da parcela do saque-aniversário.

Além disso, quem escolher receber o saque-aniversário também tem a possibilidade de antecipar várias parcelas, por meio de operações de crédito oferecidas por instituições financeiras, como nós, do PB Consignado.

Nesse caso específico, então, uma parte maior do FGTS fica comprometida e o saque extraordinário realmente não será disponibilizado.

O caso do empréstimo consignado é semelhante quando o FGTS é utilizado como garantia da negociação. Em casos como esse, os valores do fundo ficam bloqueados e à disposição da instituição financeira que viabilizou o empréstimo. Mais uma situação em que o saque extraordinário não fica disponível.

E, por fim, a mesma coisa ocorre quando o FGTS é utilizado para cobrir parte de um financiamento imobiliário. Seja como entrada ou como parte do pagamento do financiamento, ao usar os valores do fundo, este fica bloqueado, indisponibilizando eventuais saques, como o extraordinário.

Portanto, caso você não tenha recebido o saque extraordinário mesmo acreditando que se enquadrava nas possibilidades, busque lembrar se o seu FGTS já não está comprometido com alguma dessas operações de crédito.

E aqui damos uma dica de ouro: caso você esteja com dificuldades financeiras nestes tempos de economia frágil, pode ser interessante avaliar se uma operação de crédito não seria mais vantajosa do que o saque extraordinário.

Opções como a antecipação do saque-aniversário ou o empréstimo consignado podem render valores maiores que os R\$ 1.000,00 do saque extraordinário, sendo mais efetivos para desafogar as suas finanças neste momento.

O PB consignado oferece essas duas possibilidades de crédito, contando com taxas de juros baixíssimas e facilidade na hora de contratar. Ficou interessado? Então é só fazer agora mesmo uma simulação com a gente.

Notícias sempre fresquinhas

Cadastre seu e-mail e receba notícias, dicas e informações sobre como cuidar melhor do seu dinheiro