Como receber o Auxílio Gás?

Como receber o Auxílio Gás?

Você sabe como funciona o Auxílio Gás nacional e quem tem direito a ele? Neste artigo vamos explicar todos os detalhes.
9.6.2022
6 minutos
Como receber o Auxílio Gás?

O Auxílio Gás é um programa lançado em 2021 pelo governo federal cujo objetivo é amenizar os efeitos dos altos preços do gás de cozinha no orçamento das famílias de baixa renda.

Quer descobrir quem tem direito a esse benefício e como fazer para recebê-lo? É só continuar conosco na leitura deste artigo!

Quem tem direito ao Auxílio Gás?

O auxílio está limitado a 1 benefício por família e têm direito a ele:

  • famílias inscritas no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal), com renda familiar mensal menor ou igual a meio salário-mínimo por pessoa (R\$ 606,00 em 2022);
  • famílias que tenham membros que recebam o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Além disso, a Lei nº 14.237, que institui e regulariza o Auxílio Gás, estabelece que o auxílio será concedido “preferencialmente às famílias com mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência”.

Qual é o valor do benefício?

O valor do benefício corresponde a 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 kg de gás de cozinha.

Para isso, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis publicará, até o décimo dia útil de cada mês, o valor da média dos seis meses anteriores do preço nacional do botijão de gás ao consumidor final.

Como é feito o pagamento?

O pagamento do Auxílio Gás é realizado a cada dois meses, nas mesmas datas de pagamento do Auxílio Brasil para os meses contemplados. Em 2022 os valores estão sendo pagos nos meses pares.

A forma de pagamento também é a mesma do Auxílio Brasil, cujo benefício pode ser creditado das seguintes maneiras:

  • na Poupança Social Digital (nesse caso o saldo poderá ser utilizado por meio do app Caixa Tem);
  • na Poupança Caixa Fácil;
  • na Plataforma social (sendo possível o saque com Cartão do Cidadão).

Como solicitar o Auxílio Gás?

Boa notícia: não é necessário fazer nenhuma solicitação específica para ser contemplado com o Auxílio Gás.

As famílias que estiverem cadastradas no CadÚnico serão automaticamente selecionadas para receber o benefício a cada dois meses, de acordo com os critérios de prioridade estabelecidos pelo Ministério da Cidadania.

Esses critérios são os seguintes:

I – famílias com registro do CadÚnico que tenha sido atualizado nos últimos 24 meses;
II – famílias com menor renda por pessoa;
III – famílias com maior quantidade de pessoas;
IV – famílias que recebem benefício do Programa Auxílio Brasil;
V – famílias com cadastro qualificado pelo gestor por meio do uso dos dados da averiguação, quando disponíveis.

E como saber se fui contemplado e recebi o Auxílio Gás?

Para saber se sua família foi selecionada para receber o Auxílio Gás e verificar se a parcela do seu benefício já está disponível, você pode utilizar os canais a seguir:

Lembre-se de ter sempre em mãos o número do seu NIS (Número de Identificação Social) quando for utilizar esses canais, pois ele será solicitado.

Além disso, é importante estar atento às datas de pagamento do Auxílio Gás e sempre consultar o recebimento, pois a validade da parcela do benefício é de 120 dias, contados a partir da data em que for disponibilizado o benefício.

Por fim, caso tenha dúvidas, o beneficiário também pode entrar em contato com o Ministério da Cidadania pelo telefone 121.

Conseguiu ficar por dentro de todas as informações a respeito do Auxílio Gás? Esperamos ter sanado toda e qualquer dúvida a esse respeito.

E lembramos que, se mesmo recebendo benefícios sociais você ainda estiver com dificuldades financeiras, nós do PB Consignado oferecemos as melhores opções de empréstimos consignados do mercado, com baixas taxas de juros facilidade na contratação.

Quer dar uma olhada? É só fazer uma simulação conosco agora mesmo!

Notícias sempre fresquinhas

Cadastre seu e-mail e receba notícias, dicas e informações sobre como cuidar melhor do seu dinheiro