Novas regras do empréstimo consignado INSS: o que muda para você?

Novas regras do empréstimo consignado INSS: o que muda para você?

4 min de leitura

Teto de juros mais baixo e aumento no prazo de pagamento da dívida estão entre as novidades. Vamos explicar direitinho porque esta é uma ótima notícia para você, aposentado ou pensionista.

Taxas menores e mais tempo para pagar o empréstimo. Estas são algumas das medidas adotadas pelo governo para estimular a economia e ajudar aposentados e pensionistas do INSS a superar momentos de crise. As alterações aprovadas pelo Conselho Nacional da Previdência Social já estão valendo e certamente irão beneficiar quem mais precisa.

Segundo a Associação Brasileira dos Bancos, 65% dos empréstimos consignados do INSS são usados para pagar outras dívidas mais caras, enquanto 21% são destinados a exames e medicamentos.

Além de ser uma ótima notícia para quem precisa de dinheiro na mão, o aumento da oferta de crédito por meio do consignado, totalizando cerca de R$ 25 bilhões nos próximos meses, ajuda a dar um belo empurrão na economia do país. Mas, na prática, o que muda para você?

1. Redução nas taxas

Entre as medidas aprovadas está a redução do teto de juros, que passa de 2,08% para 1,80% ao mês. Ou seja: as parcelas do seu empréstimo com desconto em folha vão ficar ainda mais baratas.

2. Ampliação do prazo das operações

Outra mudança que faz muita diferença é o aumento do prazo máximo para quitar seu empréstimo, que passa de 72 para 84 meses (6 para 7 anos). Com um ano a mais para pagar a dívida, fica mais fácil organizar o orçamento.

3. Aumento da margem consignável

Além destas duas novidades, que trazem inúmeros benefícios para você, existe um projeto de lei em andamento para ampliar a margem consignável.

Margem consignável é o percentual máximo da sua renda que pode ser comprometido com empréstimos.

Atualmente, o valor permitido para desconto em folha é de 30% dos ganhos mensais, aumentando para 35% assim que a alteração for aprovada pelo Congresso Nacional, estes percentuais são além dos 5% do cartão consignado. Como isso deve acontecer em breve, fique de olho aqui no blog para saber das novidades!

Exemplo da parcela mensal máxima que você pode pegar emprestada:

Sua renda mensal (INSS) Parcela máxima com a margem anterior (30%) Parcela máxima com a nova margem (35%)
R$ 1.045,00 R$ 313,50 R$ 367,75
R$ 2.090,00 R$ 627,00 R$ 731,50
R$ 3.135,00 R$ 940,50 R$ 1.097,25

Todos estes fatores criam um cenário extremamente positivo para você fazer o melhor uso do empréstimo consignado, aproveitando as vantagens imbatíveis que este tipo de operação oferece. Se você já tem um contrato, por exemplo, pode recorrer ao refinanciamento do mesmo, ou fazer uma portabilidade com melhores condições. E se não tem, pode contar com uma excelente alternativa para passar com tranquilidade por tempos de crise, ou mesmo para aproveitar melhor a sua aposentadoria.

Ah, e vale sempre lembrar: não esqueça da importância do planejamento financeiro. O empréstimo precisa caber no seu orçamento. Afinal, ele está aí para ajudar, e não para complicar a sua vida.

Fique por dentro de todas as novidades no nosso blog, e conte sempre que precisar com a experiência e condições do Paraná Banco.


Palavras-chave: empréstimo, consignado, aposentado, inss, novas regras, juros, prazo.

Precisando de um empréstimo? Escolha o melhor.

O empréstimo PB Consignado do Paraná Banco é rápido, seguro e fácil de pagar. Experimente!

Clique aqui e faça a simulação
Tudo o que você precisa saber sobre o aumento do benefício do INSS 2021
pb consignado

Tudo o que você precisa saber sobre o aumento do benefício do INSS 2021

Leia mais
Fim de ano: quando é o melhor momento para usar o empréstimo consignado?
dicas financeiras

Fim de ano: quando é o melhor momento para usar o empréstimo consignado?

Leia mais

Inscreva-se para receber novidades