menu
Tudo o que você precisa saber sobre o aumento do benefício do INSS 2021

Tudo o que você precisa saber sobre o aumento do benefício do INSS 2021

6 min de leitura

Quando o salário-mínimo sobe, sua aposentadoria sobe também. Mas não é só isso. Você sabia que os novos valores também afetam o seu empréstimo consignado? Siga lendo que neste post nós vamos explicar tudo!

Se você é aposentado ou pensionista do INSS há algum tempo, já deve ter percebido que o valor que você recebe é alterado ano a ano. Isso acontece porque o benefício está diretamente relacionado a outros dois indicadores: o salário-mínimo e o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Assim, qualquer ajuste que eles sofram se reflete na Previdência Social e, consequentemente, na sua margem consignável.

Apesar de simples, este cálculo nem sempre é fácil de compreender. Principalmente quando você quer saber quanto dinheiro tem à sua disposição, com o objetivo de fazer um novo empréstimo, ou mesmo descobrir com quanto pode contar, caso deseje ou precise usar o consignado. Porém, basta seguir nossas orientações e você vai saber direitinho como fazer isso. Vamos lá?

Como é calculado o reajuste no seu benefício?

Com a aprovação do texto-base da proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021 na Câmara, o valor do novo salário-mínimo será de R$ 1.088,00. São R$ 43,00 a mais, o que representa um reajuste de 4,11%.

Cerca de 70% dos beneficiários da Previdência recebem um salário-mínimo. Nestes casos, o reajuste é feito simplesmente seguindo os novos valores. Já quem ganha mais, nem que seja alguns reais, tem seu benefício atualizado pelo INPC.

Em 2020, o INPC acumulou 3,93%. Ou seja: algo bem próximo do reajuste sobre o salário-mínimo. Porém, caso haja uma alta acentuada no índice no mês de dezembro, este valor pode subir um pouco e até ultrapassar os 4,11%.

Como isso impacta o seu empréstimo consignado?

Quem está habilitado para fazer uso do empréstimo consignado, como é o caso de aposentados e pensionistas do INSS, pode comprometer até 30% de seu rendimento líquido mensal neste tipo de operação. É o que chamamos de margem consignável.

Com o aumento do benefício, existe automaticamente um aumento também na margem consignável. Isto significa que, se você já estava com toda sua margem comprometida, passa a ter um novo valor disponível para empréstimo (o que pode ser muito útil nesta época de final e início de ano, quando temos algumas contas extras!).

Como o aumento da margem refere-se a cada parcela, e no PB Consignado você pode pagar em até 84 vezes, isso quer dizer que todo pequeno aumento na margem acaba por colocar à sua disposição um novo valor de empréstimo.

Veja um exemplo de quanto você terá disponível para empréstimo após o aumento da margem, considerando o novo salário-mínimo:

Salário-mínimo 2020 Salário-mínimo 2021 Parcela
máxima com
a margem 2020 (30%)
Parcela
máxima com
a margem 2021 (30%)
Valor a mais disponível
por parcela
Valor total
do empréstimo disponível (84x)
R$ 1.045,00 R$ 1.088,00 R$ 313,50 R$ 326,40 R$ 12,90 R$ 1.083,60
R$ 2.090,00 R$ 2.176,00 R$ 627,00 R$ 652,80 R$ 25,80 R$ 2.167,20
R$ 3.135,00 R$ 3.264,00 R$ 940,50 R$ 979,20 R$ 38,70 R$ 3.250,80

Viu só que diferença um pequeno aumento faz na sua margem consignável? Você pode usar este valor adicional nas parcelas de uma nova operação ou como valor complementar, aproveitando as vantagens imbatíveis que este tipo de empréstimo oferece.

Entre em contato com o Paraná Banco e aproveite os novos valores à sua disposição, ou visite o site do PB Consignado e faça uma simulação agora mesmo!

Precisando de um empréstimo? Escolha o melhor.

O empréstimo PB Consignado do Paraná Banco é rápido, seguro e fácil de pagar. Experimente!

Clique aqui e faça a simulação
Empréstimo Consignado com garantia do FGTS
pb consignado

Empréstimo Consignado com garantia do FGTS

Leia mais
O que é e como funciona a margem do consignado?
pb consignado

O que é e como funciona a margem do consignado?

Leia mais

Inscreva-se para receber novidades