menu
A Prova de Vida do INSS mudou. Fique por dentro das novidades.

A Prova de Vida do INSS mudou. Fique por dentro das novidades.

4 min de leitura

Procedimento deve ser realizado a cada 12 meses em uma agência bancária da rede pagadora do benefício. Mas, desde março de 2020, surgiram novidades que podem facilitar a sua vida. Confira!

Para manter o benefício ativo e continuar recebendo, os aposentados e pensionistas do INSS devem comprovar à Previdência Social, todos os anos, que estão vivos. É a Prova de Vida, também conhecida como Fé de Vida. Seu objetivo é trazer mais segurança ao cidadão e ao Estado, evitando pagamentos indevidos e fraudes.

O procedimento é obrigatório para todo mundo que recebe a aposentadoria, seja em conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. Caso você esqueça ou deixe de realizar a Prova de Vida, poderá ter o pagamento suspenso até a regularização. Por isso, é muito importante estar atento aos prazos e regras desta situação.

Para ajudá-lo, reunimos aqui algumas das principais informações sobre a Prova de Vida, incluindo algumas novidades que, com certeza, irão facilitar o procedimento. Aproveite!

Quando fazer?

Não existe um calendário único para a Prova de Vida. Cada rede bancária determina a data anualmente, seguindo critérios diferentes – pode ser o aniversário do segurado, o aniversário do benefício, ou um pouco antes do vencimento da última prova. Para não perder o prazo, o ideal é que você consulte diretamente o banco onde recebe sua aposentadoria.

Onde fazer?

Após saber a data da Prova de Vida, é só comparecer diretamente a qualquer agência da rede bancária que faz o pagamento do seu benefício. Não esqueça de levar um documento de identificação com foto! Algumas instituições financeiras, inclusive, já adotaram o uso da tecnologia de biometria nos terminais de autoatendimento, o que torna o procedimento muito mais rápido e fácil. Caso você não possa ir até uma agência por motivos de doença, dificuldades de locomoção ou viagem para o exterior, é possível fazer a comprovação por meio de um procurador previamente cadastrado no INSS.

Desde o final de março de 2020, o segurado com idade igual ou superior a 60 anos pode agendar o atendimento em uma das agências do INSS. Já os que estão acima dos 80 anos ou possuem dificuldades de locomoção podem solicitar que um servidor do INSS vá até o domicílio ou hospital realizar o procedimento. O agendamento pode ser feito pelo 135 e pelo Meu INSS.

O que acontece se não fizer?

Se, após 12 meses desde a última comprovação, você não fizer uma nova Prova de Vida, terá o pagamento da aposentadoria interrompido. O benefício volta a ser pago automaticamente assim que você ou um representante legal realizem o procedimento. Após 6 meses sem comprovação, o benefício é finalmente encerrado.

Imagem ilustrativa para A Prova de Vida do INSS mudou. Fique por dentro das novidades.

Acompanhe o blog do Paraná Banco e fique sempre por dentro de todas as novidades relativas à sua aposentadoria!


Palavras-chave: aposentado, inss, novas regras, prova de vida, fé de vida, atendimento.

Precisando de um empréstimo? Escolha o melhor.

O empréstimo PB Consignado do Paraná Banco é rápido, seguro e fácil de pagar. Experimente!

Clique aqui e faça a simulação
Aumento de 5% na margem do consignado em 2021
tudo sobre consignado

Aumento de 5% na margem do consignado em 2021

Leia mais
Como conseguir empréstimo para negativado em 2021?
dicas financeiras

Como conseguir empréstimo para negativado em 2021?

Leia mais

Inscreva-se para receber novidades